Search

Profissionais da saúde também precisam de cuidado

Eles são recomendados por médicos, afinal, os benefícios para a saúde através da prática da atividade física já são conhecidos a muito tempo. Mas os médicos estão cuidando de sua própria saúde?

Existe um consenso de todos os profissionais da área da saúde na prevenção de doenças como hipertensão arterial, cardiopatia, diabetes, entre outras. Além disso, os exercícios ajudam na perda e/ou manutenção de peso, ganho de massa muscular, melhora na qualidade do sono, ganhos de força e condicionamento físico em geral.


Infelizmente, apesar de saber de todos esses benefícios, muitos profissionais encontram uma enorme dificuldade na realização de exercícios como parte de sua rotina. Agenda atribulada, excesso de plantões, fadiga e cansaço são as principais causas da falta de disposição em uma atividade regular.


Segundo o Colégio Americano de Medicina do Esporte, o mínimo recomendado é de 150 minutos por semana de atividade física para a manutenção da saúde.


Algumas mudanças de hábito podem ajudar nesse processo, tais como trocar o elevador pelas escadas e estacionar o carro mais longe do trabalho, mas não substituem a prática regular.


É importante encontrar uma atividade que lhe dê prazer, ter persistência principalmente nas semanas iniciais até que os benefícios da prática sejam sentidos, o que normalmente acontece a partir da terceira semana.


A pandemia trouxe uma série de mudanças na nossa rotina, dentre elas podemos destacar a maior valorização da atividade física prescrita de forma remota.


Faz-se necessário poucos materiais para essa prática a domicílio e vem apresentando excelentes resultados para pessoas com pouco tempo para se exercitar. Talvez essa seja uma solução interessante, para aqueles que precisam de um treino específico para suas necessidades.


Procurar um educador físico é uma ótima opção para adequar a rotina de exercícios para cada um. O profissional da saúde que cuida de muitas vidas, não deve esquecer de cuidar da sua também.


8 views0 comments