Search

Saúde do Futuro: Por que a popularização da telemedicina é um benefício para todos?

A tecnologia e o acesso a mesma vêm se intensificando desde a virado do século. A revolução tecnológica afeta cada setor que vivemos, influenciado inclusive a forma de fazer medicina.


As ferramentas digitais proporcionam uma visão mais completa da saúde das pessoas através do acesso aos seus dados e um controle efetivo de todas as interações relacionadas.


Elas empoderam os consumidores para tomarem decisões melhor embasadas sobre sua saúde, como opções efetivas de promoção de uma vida saudável, diagnóstico precoce de doenças graves e manejo de doenças crônicas, sem necessariamente comparecer a uma Instituição de Saúde. A consequência disso é uma medicina mais personalizada, com acesso mais fácil e disseminado, com melhoria da qualidade e redução dos custos, tanto individuais como populacionais.


Leia também: Tecnologia e medicina devem andar juntas

Embora não substitua a medicina presencial, o formato virtual complementa e facilita o acesso à saúde, resolvendo questões distintas e direcionando de maneira mais racional casos que realmente precisam ir para a consulta presencial. Entre os brasileiros que já utilizaram a telemedicina, 85% consideram a experiência boa (52%) ou ótima (33%). A experiência do paciente tem sido tão positiva que 81% afirmam que vão continuar utilizando a ferramenta pós-pandemia.


A rápida evolução tecnológica e o uso de aplicativos e plataformas relacionados a saúde em meios digitais portáteis, como smartphones, está revolucionando a forma de comunicação mundial em amplitude e velocidade, fornecendo maneiras inovadoras de termos acesso a informações sobre bem-estar e monitorar nossa saúde.


A convergência de pessoas, informações, tecnologia e conectividade resultam na melhoria da saúde individual e populacional.

Leia também: Aplicativos de saúde valem a pena?

A popularização da telemedicina é um ponto chave para o sucesso dessa quebra de paradigma. As soluções incluem a tele consulta (videoconferência ao vivo entre paciente e profissional de saúde), o compartilhamento de Prontuários, monitoramento remoto de pacientes por especialistas, informação educacional, notificações de saúde personalizadas, entre outras. As populações mais beneficiadas são aquelas que estão mais desassistidas, onde por um lado há um Sistema Público superlotado e ineficiente e do outro muitas vezes um Sistema Complementar financeiramente inviável.


Fontes:

https://www.fda.gov/medical-devices/digital-health-center-excellence/what-digital-health

https://medicinasa.com.br/telemedicina-o-futuro-da-saude/

5 views0 comments